#ficadica - De coração para coração


Freqüentemente recebo e-mails, de pessoas que querem trabalhar com origamis, que sentem vontade de aprender esta arte milenar japonesa, ou que solicitam diagramas específicos. E sinto imensamente, pois nem sempre dou conta de atender à estas solicitações.
Ainda não dou aulas de origamis, é um projeto que poderá nascer num futuro breve. Atualmente, o foco é me dedicar na elaboração e produção.
Por tantas solicitações, senti que deveria  dizer algo a respeito. Por isso, o post de hoje, é verdadeiramente de coração para coração.

Perguntas freqüentes: Quero trabalhar com origamis, como faço?  Você pode me ensinar tal origami? Vale a pena trabalhar com origamis? Como é trabalhar com origamis? E a pergunta que fica na minha cabeça é: Como posso ajudar estas pessoas?  Pensando numa resposta para a minha própria pergunta, lhes digo que:  Vale a pena trabalhar com o coração. Que abrange:  disciplina, responsabilidade, organização, equilíbrio e principalmente coração.

Disciplina: Não temos crachá para bater ponto, mas temos que ter muita disciplina. Determinar os horários da rotina diária, é fundamental. 

Responsabilidade:  em cuidar minuciosamente de cada detalhe é de extrema importância. Responder e-mails com prontidão, atender/retornar ligações, cumprir prazos de entrega/horários, atualizar fontes de divulgação (site, blog, facebook, twitter ). 

Organização:  para quem trabalha com arte, a organização do  ateliê é muito pessoal. Às vezes pode  parecer bagunçado aos olhos alheios, mas na verdade está organizado para o artista. E estar organizado para o artista, significa ter materiais diversificados, e de fácil acesso.  Já que a criatividade chega, quando a gente menos espera, e requer materiais que nem imaginávamos usar.

Equilíbrio: aprendi com os origamis a ter um melhor equilíbrio ou lutar para estar em harmonia, principalmente no fator emocional. E para isso, atividades físicas são essenciais para o bem estar, e também na prevenção de problemas que poderão surgir, devido à repetição intensa de movimentos.

Coração:  para compreender singela e genuinamente, que os origamis não são apenas papéis dobrados . É uma arte milenar japonesa, conhecida e aperfeiçoada mundialmente, e que carrega consigo, singulares significados.

Um dia, disse uma cliente: você trabalha com a alma. Pensei, ela tem toda razão: se não coloco minha alma e coração para dobrar e desdobrar os papéis, os origamis não nascem. E seguramente acredito, que toda energia boa e positiva é aplicada em cada dobra do papel.
Cada cliente têm suas particularidades. Cada pedido tem sua própria história, sua importância. Que exigem uma determinada disciplina, responsabilidade, organização, equilíbrio, coração e claro, seus origamis especiais.
E nesta caminhada de dobrar e desdobrar papéis, podem ter certeza de que, também sou uma aprendiz, que luta para desvendar complicados diagramas e que está, de coração aberto para acolher esta arte infinita.

"Você tem que encontrar o que você gosta. E isso é verdade tanto para o seu trabalho quanto para seus companheiros. Seu trabalho vai ocupar uma grande parte da sua vida, e a única maneira de estar verdadeiramente satisfeito é fazendo aquilo que você acredita ser um ótimo trabalho. E a única maneira de fazer um ótimo trabalho é fazendo o que você ama fazer. Se você ainda não encontrou, continue procurando. Não se contente. Assim como com as coisas do coração, você saberá quando encontrar. E, como qualquer ótimo relacionamento, fica melhor e melhor com o passar dos anos. Então continue procurando e você vai encontrar."
(Steve Jobs)

Um comentário:

Charlene disse...

Tudo o que você disse aqui é pura verdade! As pessoas me perguntam como consigo fazer tantas coisas, e olha que sou do "maternal" do origami, mas quando eu dobro é com o coração. Cada dobra é feita com carinho e é isso que me faz feliz!
Você faz coisas maravilhosas! E tenho certeza absoluta que é com todo o seu coração...Acho que quem mexe com artes tem que ter coração em tudo, porque cada pecinha tem um sentimento novo, uma nova forma.

Adoro seu blog, sempre que estou no trabalho acesso (lá em casa não abre de jeito nenhum), e posso dizer que sou sua fã!

Bjoo